Sedentarismo, entenda e saiba como evitá-lo.

O que é sedentarismo?

Chama-se sedentarismo à falta, ausência ou diminuição de atividades físicas, o que faz com
que uma pessoa tenha um gasto calórico reduzido. Indivíduos com este hábito são ditos
sedentários ou com hábitos sedentários. Objetivamente, considera-se sedentária a pessoa que
gasta menos de 2.200 calorias por semana. O sedentarismo é mais perigoso para a saúde do
que a obesidade. Essa atitude, além de dever-se a um estilo de vida, é muito incentivada pela
comodidade das novas descobertas e tecnologias, dotando a vida moderna de facilidades. De
tal forma, o sedentarismo é um problema de saúde pública e o combate a ele pode diminuir
nacionalmente a incidência de doenças e mortes prematuras.

Quais são as consequências do sedentarismo?

Se o indivíduo passa a utilizar muito um determinado órgão, ele se desenvolve, tornando-se
maior, mais forte e mais sensível. Por outro lado, se o indivíduo deixar de utilizá-lo, ele
sofre atrofia. Aplicando-se isso ao tema do sedentarismopode-se dizer que ele faz minguar as
estruturas e funções orgânicas enquanto o contrário, as atividades físicas, as fortalece e
expande.
Assim, é de se esperar que as pessoas sedentárias apresentarão atrofias orgânicas e
deficiências funcionais em relação às pessoas não sedentárias. Aquelas que têm atividades
físicas e esportivas que se podem considerar “normais” e aquelas que se dedicam a exercícios
físicos especiais, como os desportistas e os fisioculturistas, por exemplo, adquirem condições
físicas e funcionais superiores às comuns. Ao contrário, a pessoa de vida sedentária
experimenta um processo de regressão estrutural e funcional, perda de flexibilidade articular,
comprometimento do funcionamento de vários órgãos e hipotrofia de fibras musculares.
Tudo isso pode ser causa de várias doenças, como, por exemplo, a diabetes mellitus, a obesidade, o aumento do colesterol, o infarto do miocárdio, além de dificultar a recuperação
de muitas outras. Além disso, o sedentarismo pode acelerar o envelhecimento e, direta ou
indiretamente, pode mesmo ser causa de morte súbita. Por outro lado, as atividades físicas
ajudam a controlar o peso corporal e a diminuir a pressão sanguínea, reduzem o risco de
desenvolver a hipertensão arterial, diminuem o risco de desenvolver doenças cardíacas e
a diabetes, ajudam a manter saudáveis os ossos, músculos e articulações e a prevenir e
diminuir a obesidade.

O que fazer para sair do sedentarismo?

As pessoas que, por estilo de vida ou pelo tipo de profissão, sejam sedentárias devem adotar
uma mudança de hábitos de vida, na medida do possível, e se dedicar a atividades físicas ou
esportivas como caminhar, correr, pedalar, nadar, dançar, praticar ginástica, exercícios com
pesos e jogar bola. Essas atividades, no entanto, devem obedecer às orientações de um
médico ou de um educador físico que procurarão adequar essas atividades às necessidades e
capacidades individuais.
Embora fazer atividades físicas programadas possa ser desagradável para algumas pessoas, na
sua fase inicial, o organismo se adapta a elas depois de algum tempo e passa mesmo a exigilas.
Além disso, fica mais fácil se a pessoa selecionar atividades das quais ela goste e que se
encaixem no seu cotidiano. Todos conhecem pessoas para as quais as atividades físicas se
tornam uma necessidade. Além dessas atividades planejadas, deve considerar-se também
aquelas atividades ligadas ao dia-a-dia da pessoa, como caminhar até o trabalho, subir
escadas, limpar a casa, realizar funções profissionais que requerem esforço físico, etc.
As pessoas que planejarem o início de uma atividade física programada devem começar
devagar e aumentá-la gradualmente, para dar ao corpo a oportunidade de adquirir melhor
condicionamento físico e para evitar lesões. Aos poucos, as pessoas irão aumentando seu
nível, até atingirem a quantidade desejada. As pessoas com problemas crônicos de saúde e os
idosos precisam de programações especiais e devem consultar um médico antes de começar.
As pessoas com deficiências físicas não precisam, por isso, ser sedentárias. A atividade física
regular pode ajudá-las a melhorar sua força muscular e resistência, dar sensação de bem-estar
e elevar a qualidade de vida ao melhorar a capacidade de desempenhar atividades cotidianas.

Ainda não recebemos comentários. Seja o primeiro a deixar sua opinião.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rua Castelo de Alcázar, 176 - Castelo

(31) 3564-0378

studiovipcastelo@gmail.com

Seg à Sex de 09hrs às 18hrs